Afili-ase!
Home Quem Somos Projetos Notícias Artigos Contato
 
   
   

 

ESTUDO REVELA: BEBER POUCO TAMBEM FAZ MAL
Data: 02/04/2006 | Fonte: Depto de Comunicação

Estudo rejeita a idéia de que beber um pouco faz bem
Pesquisadores jogaram nesta sexta-feira um balde de água fria na idéia de que beber moderadamente previne doenças cardíacas, citando o fato de que muitos estudos incluem abstêmios num grupo de controle, mas não perguntam por que eles não bebem.

Vários estudos respeitáveis concluíram que beber pouco ou moderadamente - até duas doses por dia, regularmente - reduz o risco de doenças cardíacas. Alguns estudos apontaram também redução no risco de alguns tipos de câncer.

Mas uma equipe da Universidade de Victoria (Columbia Britânica, Canadá) e da Universidade da Califórnia, em São Francisco, analisaram 54 estudos e concluíram que apenas sete deles diferenciavam os abstêmios por opção daqueles que haviam parado de beber por razões de saúde.

Portanto, o fato de bebedores moderados morrerem menos que os abstêmios pode se dever ao fato de que muitos no grupo de controle pararam de beber por terem a saúde abalada, e não porque o álcool seja bom para a saúde.

Nos sete estudos que incluíam pessoas que não bebiam álcool havia muito tempo, por opção, não havia diferença na incidência de doenças cardíacas entre os grupos de abstêmios e bebedores.

"A arraigada crença de que beber pouco ou moderadamente protege contra doenças coronarianas teve grande influência sobre a política para o álcool e para os conselhos dos médicos aos seus pacientes mundo afora", disse Tim Stockwell, do Centro de Pesquisas de Dependências da Universidade de Victoria, em nota. "Essas conclusões sugerem que é preciso cautela ao recomendar o consumo leve de bebida a abstêmios, pela possibilidade de que isso possa ser mais aparente do que real", acrescentou.

Em artigo na revista "Addiction Research and Theory", os pesquisadores disseram que futuros estudos devem ser planejados levando em conta a razão pela qual os abstêmios não bebem.

- Sabemos que pessoas mais velhas que bebem um pouco normalmente são mais saudáveis que seus pares que não bebem - disse Kaye Fillmore, da Escola de Enfermagem da Universidade da Califórnia. - Nossa pesquisa sugere que o consumo leve de bebidas é um sinal de boa saúde, não necessariamente sua causa. Muita gente reduz a bebida ao ficar mais velha por várias razões de saúde - emendou. Reuters/Globo Online

 

 
Artigos Anteriores
- 27/04/2012 - Projeto Surf Social 2012
- 08/11/2010 - Projeto Surf Social / novembro news
- 17/09/2010 - ONGS, OSCIPS saiba mais...
- 01/06/2010 - Eletrosul patrocina Projeto Surf Social/SC
- 12/05/2010 - SKATE e Saúde/norte shore
- 06/05/2010 - O horror do crack
- 09/04/2010 - 4º IIP de Surf em INGLESES
- 08/04/2010 - CONTATOS IIPDROG/SC
- 15/03/2010 - 4º IIPDROG de Surf Escolar
- 02/03/2010 - Nutrição/ texto: Ração Humana
- 25/12/2009 - Natal Social IIPDROG/SC
- 02/12/2009 - Alimentos Integrais
- 01/12/2009 - Projeto Surf Social/SC
- 18/09/2007 - Questão de pele
- 18/09/2007 - Guaraná em pó é droga?
- 03/09/2007 - Cérebro Nunca Esquece a Droga
- 02/08/2007 - A CORAGEM DA FÉ
- 29/01/2007 - Tomando um trago já no ventre materno
- 26/07/2006 - Carta a um Drogado
- 12/06/2006 - Álcool e Violência
- 06/05/2006 - Prescrição Inadequada de Medicamentos
- 02/04/2006 - ESTUDO REVELA: BEBER POUCO TAMBEM FAZ MAL
- 27/02/2006 - Informações sobre DST/AIDS
- 27/02/2006 - Origem sa Epidemia HIV-AIDS
- 16/01/2006 - Pessoa Jurídica pode deduzir doações a OSCIP no Imposto de Renda
- 16/01/2006 - OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público
- 16/01/2006 - Diferenciação
- 16/01/2006 - Fundos
- 04/01/2006 - Dicas Sobre a Prevenção das Drogas
- 27/12/2005 - Orientações e Dicas sobre a prevenção as drogas
- 26/12/2005 - A importância das campanhas de prevenção às drogas


iipdrog - Instituto Internacional de Prevenção as Drogas | prevencaoasdrogas@yahoo.com.br | 41 3257-2683