Afili-ase!
Home Quem Somos Projetos Notícias Artigos Contato
 
   
   

 

OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público
Data: 16/01/2006 | Fonte: Assessoria da Comunicação

Com o evidente crescimento do Setor, surgiu a necessidade de valorização das entidades que realmente buscam fins públicos, e representam grandes segmentos da sociedade civil, e não somente pequenos grupos. Surgiu então, a partir de uma consulta do Conselho da Comunidade Solidária, um projeto de lei (n 4.690/98, de 28/07/98), que mais tarde deu origem à lei 9.790, de 23/03/99, que dispõe sobre a qualificação de entidades como Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público.Esta lei, regulamentada em 30/06/99 (decreto nº 3.100), transforma tais entidades em parceiras dos órgãos governamentais, aptas a realizarem Termos de Parceria, prestando contas com grande transparência e publicidade, mantendo a agilidade e efetividade características do Terceiro Setor.
Diferentemente dos títulos de Utilidade Pública, a qualificação como OSCIP é um direito da pessoa jurídica, desde que a mesma cumpra os rigorosos requisitos do Ministério da Justiça, e esteja apta a dar publicidade à sua movimentação financeira.
Não há obrigatoriedade no cadastramento em OSCIP e é também importante mencionar que em uma OSCIP, os benefícios não são os mesmos que para entidades filantrópicas, de utillidade pública e ONG 's (àquelas inscritas no CNEA). Se a entidade remunerar seus dirigentes poderá perder isenção de impostos e não ter mais direito a alguns benefícios como imunidade tributária e isenção do imposto de renda.
Outro grande passo para a melhoria das condições de atuação do Terceiro Setor no país foi a instituição da lei sobre Serviço Voluntário (nº 9.608, de 10/02/1998), que possibilita à entidade sem fins lucrativos trabalhar com voluntários, através de um Termo de Adesão específico, sem correr riscos inerentes à legislação trabalhista.
Apesar destes avanços, o Terceiro Setor ainda carece de uma lei de incentivos fiscais clara e objetiva, e o próprio governo necessita “aprender” a trabalhar com as OSCIPs do país, através do Termo de Parceria. Desta maneira, o Poder Público estaria apto a utilizar todo o potencial das entidades sérias, promovendo o desenvolvimento sustentável e solucionando problemas de nossa sociedade, em parceria com as mais legítimas representantes da sociedade civil, as OSCIPs.

 

 
Artigos Anteriores
- 27/04/2012 - Projeto Surf Social 2012
- 08/11/2010 - Projeto Surf Social / novembro news
- 17/09/2010 - ONGS, OSCIPS saiba mais...
- 01/06/2010 - Eletrosul patrocina Projeto Surf Social/SC
- 12/05/2010 - SKATE e Saúde/norte shore
- 06/05/2010 - O horror do crack
- 09/04/2010 - 4º IIP de Surf em INGLESES
- 08/04/2010 - CONTATOS IIPDROG/SC
- 15/03/2010 - 4º IIPDROG de Surf Escolar
- 02/03/2010 - Nutrição/ texto: Ração Humana
- 25/12/2009 - Natal Social IIPDROG/SC
- 02/12/2009 - Alimentos Integrais
- 01/12/2009 - Projeto Surf Social/SC
- 18/09/2007 - Questão de pele
- 18/09/2007 - Guaraná em pó é droga?
- 03/09/2007 - Cérebro Nunca Esquece a Droga
- 02/08/2007 - A CORAGEM DA FÉ
- 29/01/2007 - Tomando um trago já no ventre materno
- 26/07/2006 - Carta a um Drogado
- 12/06/2006 - Álcool e Violência
- 06/05/2006 - Prescrição Inadequada de Medicamentos
- 02/04/2006 - ESTUDO REVELA: BEBER POUCO TAMBEM FAZ MAL
- 27/02/2006 - Informações sobre DST/AIDS
- 27/02/2006 - Origem sa Epidemia HIV-AIDS
- 16/01/2006 - Pessoa Jurídica pode deduzir doações a OSCIP no Imposto de Renda
- 16/01/2006 - OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público
- 16/01/2006 - Diferenciação
- 16/01/2006 - Fundos
- 04/01/2006 - Dicas Sobre a Prevenção das Drogas
- 27/12/2005 - Orientações e Dicas sobre a prevenção as drogas
- 26/12/2005 - A importância das campanhas de prevenção às drogas


iipdrog - Instituto Internacional de Prevenção as Drogas | prevencaoasdrogas@yahoo.com.br | 41 3257-2683